Armazéns Gerais e a Transformação Digital

Publicado por

Tendências e Principais Desafios do Setor.

Para iniciar podemos definir Transformação Digital como sendo, o uso da tecnologia para melhorar processos, desempenho e garantir melhores resultados.

Nesse contexto a tecnologia ganha papel essencial na estratégia do negócio, saindo do papel de meio para se tornar destaque na corporação.

Acredito que você já tenha escutado esse termo TRANSFORMAÇÃO DIGITAL, certo?

Essa expressão tem ganhado atenção ao redor do mundo e em tempos de Pandemia como o que vivemos se tornou ainda mais relevante.

Mas trazendo para o dia a dia, o que é essa tal TRANSFORMAÇÃO DIGITAL e como afeta as operações de uma Unidade Armazenadora?

Buscando jogar luz sobre essa questão esse material busca auxiliar no entendimento e nos impactos das operações de grãos

Nesse conteúdo abordaremos:

01. O que é Transformação Digital?

02. Impacto da Transformação Digital nos Armazéns Gerais

03. Mitos sobre a transformação digital em Armazéns Gerais

04. Principais etapas de uma transformação digital em Armazéns Gerais

01. O que é Transformação Digital?

A transformação digital é o meio de incorporar tecnologia digital a todos os aspectos da empresa, exigindo mudanças profundas no que tange, tecnologia, cultura organizacional, operações e entrega de valor.

Para se beneficiar das tecnologias emergentes e sua rápida expansão nas atividades do dia a dia, uma empresa, seja ela de qualquer segmento, precisa se reformular, transformando de maneira gradativa a maneira como a tecnologia permeia seus processos.

A transformação digital exige mudança de foco, mudando o papel da tecnologia, antes acessório aos negócios, para o centro, sendo um dos pilares estratégicos da empresa, ou seja, digital no centro de tudo.

02. Impacto da Transformação Digital nos Armazéns Gerais

É preciso compreender que a transformação digital trás consigo impactos nos negócios como um todo. Pense rapidamente como o uso da tecnologia transformou nossas vidas, a maneira como pesquisamos, nos locomovemos, consumimos, nos relacionamos, estudamos, enfim, quase tudo foi impactado.

Em uma década todos esses aspectos foram alterados, muitas empresas surgiram e outras desapareceram do mapa, afetadas pela onda da transformação digital.

E como isso afeta as atividades de recepção e expedição de grãos?

  • A velocidade de plantio e colheita é cada vez maior, reduzindo o ciclo da safra e pressionando as unidades de recepção.
  • Veículos maiores circulando nas estradas e armazéns, congestionando rodovias e pátios
  • Recordes de produtividade por área plantada exigindo performance de toda estrutura armazenadora.
  • Crescimento vertiginoso de exportação de grãos, consolidando o Brasil cada vez mais como player fundamental do setor.

Elencando apenas esse quarto aspectos podemos nos questionar, o que foi feito do ponto de vista tecnológico para acompanhar esse cenário?

Os armazéns foram impactados? Se sim, mudaram a operação de alguma forma? Essa mudanças foram suficientes?

03. Mitos sobre a transformação digital em Armazéns Gerais

Já entendemos que a transformação digital afetou e afeta nossas vidas e os negócios como um todo, inclusive Armazéns Gerais. Diante de tal fato surgem alguns mitos sobre os assuntos.

1.    Transformação digital é tema de empresa de tecnologia.

Se pensarmos assim seremos impactados sem tempo de reação, se a transformação digital ainda não afetou seu negócio, afetará, de fato algumas mudanças já aconteceram sem você se desse conta.

Um exemplo simples, atualmente você usa mais telefone (ligação) ou WhatsApp?

2.    Transformação digital é assunto do time de TI da empresa.

Não espere que o time de T.I (tecnologia da informação) venha implementar a transformação digital que seu Armazém precisa. Em muitas empresas desse segmento sequer temos a figura da T.I, geralmente são terceiros que resolvem questões de Software e Hardware. Sendo assim se aguardar que a mudança venha apenas da T.I, pode ser tarde.

3.    Podemos esperar, Armazém não será tão impactado.

Inovar é necessário, independentemente do setor, segundo o economista austríaco Schumpeter existe um processo de “destruição criativa” onde inovações mais recentes substituem as mais antigas.

Os determinadores de umidade evoluíram?

Emissão de notas fiscais ainda são em formulário contínuo?

As balanças rodoviárias continuam as mesmas?

Os secadores continuam os mesmos?

Citando apenas esses exemplos, sabemos que todos os processos sofreram evoluções, portanto, de uma forma ou outra seu Armazém já foi impactado e continuará, a grande questão é.

Serei condutor (ativo) dessa transformação digital ou serei conduzido (passivo)?

04. Principais etapas de uma transformação digital em Armazéns Gerais

Não existe uma receita de bolo, pois transformação digital é diferente de Armazém para Armazém, porém algumas etapas devem ser consideradas para todos.

1.    Crie um plano que funciona para o seu Armazém

Ao iniciar um processo de transformação digital, é necessário para o Armazém Geral saber o quanto ele quer evoluir e o quanto que as novas tecnologias podem leva-lo a chegar lá.

Liste todas as tecnologias utilizadas na unidade e quais são as tecnologias disponíveis atualmente. Identifique quais são os pontos mais críticos da operação e onde as novas tecnologias podem trazer maiores ganhos. Ou seja, comece onde mais dói.

2.    Faça análise financeira da implementação de novas tecnologias.

Calcular o tempo de retorno sobre o investimento de projeto é necessário para a tomada de decisão, sem benefícios não se executa projetos, certo?

O Payback é o tempo de retorno no momento zero, ou seja, quando é realizado o investimento, até o momento em que os rendimentos acumulados se igualam ao investimento. Uma das vantagens desse método é sua simplicidade.

Vejamos: PB (Payback) = investimento inicial / ganhos no período

Para ficar mais claro, vejamos um exemplo:

O Armazém ABC investiu 125 mil reais em um novo sistema de automação de pátio e pesagens, capaz de ampliar a segurança e reduzir necessidade de pessoas na Balança.

A redução de custo por mês será de R$ 5.310,00, então temos.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Neste exemplo em menos de 24 meses o projeto se pagou (Payback), teoricamente um tempo bem razoável para um projeto de impacto tão positivo. 

3.    Faça seus funcionários entenderem e adotarem as novas tecnologias.

Mudanças sempre são complicadas, nós seres humanos não gostamos, preferimos nossa zona de conforto. Em muitos Armazéns os funcionários são treinados no início e seguem usando sistemas por anos a fio, sem questionar ou até sem passar por atualizações.

Com a transformação digital, é necessário estar aberto a mudanças e enxergar os novos sistemas como aliados, que irão tornar as atividades mais produtivas.

Mudanças Top-down exigidas pela direção, sem apoio do time, não costuma entregar bons resultados.

4.    Reveja e abandone algumas tecnologias legadas.

Suas tecnologias atuais ainda trazem resultados para o Armazém?

Ou poderiam trazer mais?

A experiência digital do time da unidade e de seus clientes e produtores está alinhada com as melhores práticas digitais do mercado?

Vale o exercício de tentar responder essas questões, pois algumas tecnologias consomem recursos valiosos que poderiam ser aplicados em outras áreas, trocar por tecnologias mais ágeis e fáceis de uso podem gerar resultados positivos para o Armazém, Produtores, Clientes e Fornecedores.

Conclusão

Transformação digital como vimos é uma realidade para todos negócios, não seria diferente para Armazéns Gerais.

Ela requer estratégia, remodelagem de processos, infraestrutura, softwares, serviços, treinamento, operação assistida e suporte contínuo.

Essa jornada requer apoio da direção, gerência e operação, como já dito, não existe receita de bolo, o ideal é avaliar as alternativas e traçar um plano de ação.

Afinal, idéias são importantes, mas a execução é tudo.

Este artigo foi originalmente postado pelo Diretor Comercial da SIACON, João Ferreira, em seu Linkedin. Link: https://www.linkedin.com/pulse/tend%C3%AAncias-e-principais-desafios-do-setor-jo%C3%A3o-ferreira/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s